9 de maio de 2013

Anjos na Quinta da Calçada

As Procissões no Bairro da Quinta da Calçada


Quando era miúdo havia na Quinta da Calçada, procissões que percorriam as ruas do Bairro, com o padre a lançar água benta, presumo que para abençoar as casas. Era um tempo em que a igreja juntamente com os senhores da altura, mais a policia, dominavam a vidinha de todos, mas isso agora não interessa nada. Não consegui saber em que datas se realizavam, mas suponho, que devia ser nas sextas-feiras santas e outras datas do género. As minhas irmãs Isaura e Helena estavam sempre a participar nelas, eu só tenho uma vaga lembrança dessas procissões, o que se calhar significa que acabaram em meados dos anos 60. Fiz a primeira comunhão, mas não tenho memórias disso, mas havia lá por casa uma espécie de diploma com uns anjinhos (acho eu); quem gostava muito daquilo era o meu irmão João. Nunca mais vi aquilo, não sei que caminho levou. 


Estas duas fotos devem ser de 1957 ou 1958, repare-se nos pormenores: 
ambas descalças, os altifalantes, a bandeira rasgada; a minha irmã Isaura 
toda concentrada e a minha irmã Helena a olhar por baixo para o fotógrafo. 

A minha irmã Emília lembra-se que a certa altura deixaram de fazer as comunhões no bairro e passaram a ser feitas no Bairro da Boavista. Era um tempo em que todos os miúdos eram baptizados, faziam as comunhões e outras coisas (crisma? etc) de que não me recordo. Desses tempos lembro-me de uma freira, creio que se chamava Madre Deus, que um dia em frente à igreja quando estávamos a jogar hóquei nas sarjetas que havia por ali (estava na moda o hóquei em patins), eu a certa altura disse uma asneira qualquer e a freira que ia a passar, ouviu e veio por trás de mim e deu-me uma tremenda estalada, o que fez com que eu a tenha insultado de tudo o que me veio à boca. Isso causou alguns problemas com a minha mãe a ser chamada ao padre e foi o fim da minha "relação" com a igreja. Que me lembre, nunca mais entrei na igreja do Bairro.


As minhas irmãs Helena e Isaura quando eram anjos, em 1957/58. 

A minha irmã Isaura com 4 anos.

A minha irmã Helena é a da direita, a miúda que está á esquerda é a Graciete, irmã do Sérgio. 



Sem comentários:

Publicar um comentário